Ambiência Brasília
Eustaquio Ferreira
Passarelas e Travessia do Eixão
31/01/2018
Dados do Detran-DF dão conta de que entre 2006 e 2016 foram atropelados 420 pedestres no Eixo Rodoviário Norte e Sul. Lucio Costa previu a separação de pedestres e automóveis com a construção de passagens subterrâneas evitando assim os atropelamentos. Os pedestres preferem o tráfego a passar pelas passarelas subterrâneas.

Antes, em 1997, o Grupo Legião Urbana na canção Travessia do Eixão, clamava a Nossa Senhora do Cerrado, Protetora dos Pedestres, que protegesse o pedestre ao atravessar o Eixão às 6 horas da tarde para que chegasse são e salvo na casa da Noélia.

Várias tentativas de evitar os atropelamentos foram feitas. Houve inclusive uma proposta não concretizada de fazer uma cerca em toda a extensão do Eixão, dividindo a cidade ao meio, impedindo o cruzamento da via. Felizmente ela não se concretizou.

O Governo do Distrito Federal anunciou o propósito de retomar o projeto que prevê o uso de câmeras para monitorar os espaços urbanos por uma central que acionaria o policiamento motorizado ao identificar situação suspeita. As câmeras, parte delas já existiriam, seriam postas em funcionamento e seu número seria aumentado.

O número de ocorrências nas passagens de pedestres entre 2006 e 2016, segundo a Policia Cível, foi de 997, entre estupros, lesões corporais, latrocínios etc. A instalação de câmeras nas passagens e o monitoramento permanente pode lavar a população a se sentir segura e passar a usar as passarelas reduzindo os crimes e os atropelamentos.

Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO