Caleidoscópio Cultural
André Cunha
Estou no céu
O Poderoso Chefinho chega chegando no Olimpo das anima√ß√Ķes
06/04/2017
"Estou no c√©u" canta Fred Astaire enquanto beb√™s deslizam por uma linha de montagem, prestes a encarnar l√° em baixo. Uma √ļltima checagem verifica a qualidade do produto: uma pena que faz c√≥cegas na barriga. Os que riem a conhecida risada gostosa dos beb√™s seguem por uma esp√©cie de tobog√£ onde se l√™: "fam√≠lia." Os que se recusam a rir precisam passar por uma revis√£o e s√£o enviados √† "ger√™ncia", um labirinto de escrit√≥rios kafkianos ocupados por bebecratas . 

T√£o criativa √© a abertura de O Poderoso Chefinho, √ļltima anima√ß√£o da DreamWorks Animation, em cartaz desde o ultimo o ultimo dia 30, que assisti-lo por inteiro pode ser uma experi√™ncia nada menos que celestial. Contando a hist√≥ria de um menino de 7 anos que ganha um irm√£ozinho pra l√° de estranho, trata de temas como imortalidade, transmigra√ß√£o das almas, espionagem industrial, manipula√ß√£o da mem√≥ria, mercantiliza√ß√£o do afeto e muitos outros, sem deixar de lado as piadas espertinhas. 

Por exemplo: enviado √† Terra pela Babycorp, corpora√ß√£o metaf√≠sica respons√°vel pela produ√ß√£o em massa de beb√™s, o extravagante chefinho deve descobrir como deter a prolifera√ß√£o de c√£es fofos, que est√£o roubando todo o amor dos humanos. Sem amor, n√£o h√° demanda. Sem demanda, os beb√™s encalham. Podendo acabar at√©, num futuro pr√≥ximo, obsoletos. O chefinho d√° uma dura no irm√£o: se n√£o colaborar, ser√° demitido da fam√≠lia. De noite, deitado no escuro, o menino pensa: ‚Äúmas ningu√©m pode ser DEMITIDO da pr√≥pria fam√≠lia.‚ÄĚ E, depois de arregalar o olh√£o: ‚Äúou pode?‚ÄĚ                                

O produto que promete bombar no mercado do amor √© revolucion√°rio: um c√£o eterno, pra sempre filhote (a f√≥rmula da imortalidade √© roubada do poderoso chefinho, que, com  s√≠ndrome de abstin√™ncia, passa se comportar um beb√™ ‚Äúreal‚ÄĚ encarnado ‚Äď que chora e faz gugu-dad√°).  O que, no fundo, √© o que ele quer. Ali√°s, o que todos queremos. 


Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO