Carreira
Leonardo Grapeia
Disney – Magia da cultura da empresa
28/06/2017
NĂŁo sei se todos os meus leitores tiveram a oportunidade de visitar a terra mĂĄgica de Walt Disney, se ainda nĂŁo teve essa oportunidade, nĂŁo deixa de continuar sonhando, certamente um dia esse sonho vai se realizar. 

Disney Ă© um exemplo em excelĂȘncia de atendimento aos clientes, com processos bem definidos e principalmente o sorriso de todos que pulsa desde a sua chegada atĂ© a sua partida. 

Reproduzo Artigo do Claudio Nasajon, que sintetizou muito bem essa magia.

Certa vez eu estava com meus filhos visitando a Disneyworld, em Orlando, quando percebemos quemeu filho mais velho, na Ă©poca com sete anos, havia perdido um bonĂ© recĂ©m-comprado. Perguntamos a um jardineiro que estava prĂłximo se ele sabia onde era a sessĂŁo de “achados e perdidos”. O homem parou de limpar o jardim e nos levou a uma das lojas prĂłximas que vendiam bonĂ©s. Chegando lĂĄ pediu para meu filho mostrar o modelo de bonĂ© que havia perdido. Meu filho mostrou. O funcionĂĄrio puxou um bloquinho de cupons da Disney do bolso traseiro e comprou um bonĂ© novo para o meu filho. “Um presente do Mickey. VocĂȘs estĂŁo aqui para passar bons momentos, entĂŁo, façam isso”, disse-nos sorrindo.

No jargĂŁo tĂ©cnico, isso se chama “empowerment”  que numa tradução horrĂ­vel significa “empoderamento” da linha-de-frente. Quantos gerentes (nĂŁo jardineiros, gerentes) vocĂȘ conhece que tĂȘm essa autonomia? Agora faz a conta: um bonĂ© custa $2, $3 e eles vendem por $9,99. Compensa? Sem dĂșvida! 

JĂĄ contei essa histĂłria para pelo menos 100.000 pessoas em palestras, artigos e seminĂĄrios nos Ășltimos 15 anos (meu filho hoje tem 22). 


Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO