Conceito
Bispo - Robson Rodovalho
2018 evangélico
Voto e respeito
11/01/2018
Vivas e b√™n√ß√£os! Aos homens de boa vontade, um 2018 de sa√ļde e paz; for√ßa ante os desafios e fartas colheitas de tudo o que semeamos na dif√≠cil travessia de 2017.

Come√ßo esta mensagem com uma passagem b√≠blica, para reavivar a f√© dos que creem no Senhor e/ou como reflex√£o dos que seguem outros caminhos. Viver √© creditar e buscar seus objetivos, realizar projetos que nasceram de sonhos. Construir sabedoria para recuos estrat√©gicos, mas nunca duvidar da vit√≥ria ‚ÄĒainda que pare√ßa imposs√≠vel.

N√≥s, evang√©licos, que hoje somos quase um ter√ßo dos 200 milh√Ķes de brasileiros, chegamos ao novo ano com o projeto ambicioso de contaminar a na√ß√£o inteira com essa vontade de viver.

Ao celebrar os 500 anos da Reforma em 2017, renovamos a certeza de que o caminho que escolhemos, iniciado com Martinho Lutero (1483-1546), nos faz existir pela f√© e conscientes de que temos direitos e deveres na sociedade ‚ÄĒsempre guiados pelos ensinamentos inscritos na B√≠blia.

Vamos trabalhar muito para a renovação do Brasil em 2018, ano em que teremos a chance de escolher, democraticamente pelo voto, competências, projetos e lideranças que queremos para nosso país. De uma só vez, vamos votar para presidente, governadores, deputados federais e estaduais e 54 senadores.

N√≥s, evang√©licos, trabalharemos para conquistar, nos Poderes institu√≠dos, representa√ß√£o proporcional √† nossa presen√ßa na sociedade. Queremos ampliar nossa bancada federal e nos Estados. No Executivo tamb√©m, e por que n√£o falar da Presid√™ncia da Rep√ļblica?

Como todos os cidad√£os, queremos uma administra√ß√£o p√ļblica limpa, voltada para servir √† popula√ß√£o, a partir de um desenvolvimento econ√īmico s√≥lido e capaz de aproximar vidas hoje t√£o distantes, separadas entre fartura e mis√©ria.

Importante registrar que nossas bandeiras continuam as mesmas nas elei√ß√Ķes. Defendemos valores e princ√≠pios hist√≥ricos, com a determina√ß√£o de sempre: preserva√ß√£o da vida e da fam√≠lia. No debate democr√°tico, respeitamos diferen√ßas. Na f√©, acolhemos diferentes que buscam amor em nossas igrejas. Ent√£o, por que h√° tanta raiva e viol√™ncia ao defendermos nossos valores?

Nas elei√ß√Ķes vemos um maior interesse de segmentos da sociedade e principalmente da m√≠dia pelos evang√©licos. A hist√≥ria mostra que o que se busca √© um flagrante, de repente um pastor que, no meio do culto, pede votos ou doa√ß√Ķes para A ou B. (Leia a √≠ntegra dessa coluna no www.alo.com.br)
Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO