Espaço Aberto
Edson de Castro
O papel da política
30/05/2017
No período da seca que já começou e deve ir até meados de setembro, os mais de três milhões de habitantes do Distrito Federal devem tomar cuidados para evitar doenças decorrentes do clima. Como gripe, alergias, mal-estar e indisposição, por exemplo.

As áreas do DF mais afetadas são exatamente as que mais precisam de infraestrutura: saneamento, asfalto, iluminação, reforço na segurança, transporte e mais hospitais.

Sabe-se que daqui até setembro as 30 mil lojas de rua e de shoppings do Distrito Federal estarão vendendo mais cremes hidratantes, óleos para o corpo e, é claro, roupas de inverno como cobertores, mantas e edredons.

O comércio vive e respira o calendário de todos os anos e, assim, torce para que a crise política atual dê lugar a soluções que direcionem o Brasil para a rota do desenvolvimento da economia com a geração de empregos e renda.

Temos hoje mais de 14 milhões de brasileiros desempregados e pelo menos uns 20 milhões sem acesso aos planos de saúde - os mais básicos possíveis.

O atual governo avançou no campo econômico, reduziu a inflação para menos de 4% ao ano (antes, em 2015, ela chegou a passar dos 10% anuais) e começou a atrair investidores estrangeiros dispostos a abrir portas e oportunidades de negócios em território brasileiro.

No entanto, os episódios dos últimos 12 dias mudaram a configuração do quadro político e econômico. 

As depredações e atos de vandalismo em Brasília ganharam ressonância mundial, colocando em risco o quadro político.

Passada a tempestade, o Brasil precisa ver aprovadas as reformas da Previdência e trabalhista, papel que cabe ao Congresso Nacional. O Poder Executivo cedeu em alguns pontos e a sociedade espera que o Legislativo cumpra o seu papel de representante do povo. 

Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO