Espaço Aberto
Edson de Castro
Rediscutindo a Black Friday
05/12/2017
?A semana em que se comemora a Black Friday est√° acabando ou j√° acabou para v√°rias lojas, mas, a partir de agora, cabe uma reflex√£o serena e objetiva.  

Muitos lojistas reclamam, com razão, que o evento contribui para esvaziar parte das vendas para o natal e réveillon.

√Č verdade. Muita gente aproveita a √©poca de pre√ßos baixos, com descontos vantajosos, para antecipar as compras para as festas de fim de ano.

Em 2016, por for√ßa de v√°rios fatores, a Black Friday a√≠ inclu√≠da, o faturamento do com√©rcio do Distrito Federal ficou em mais 3,5% no √ļltimo m√™s do ano. Foi pouco.

Al√©m dos efeitos da crise econ√īmica, uma das causas foi a antecipa√ß√£o das compras em novembro, o que prejudicou o com√©rcio nos √ļltimos 31 dias de dezembro em todo o pa√≠s.

Este ano, a promo√ß√£o importada dos Estados Unidos ‚Äď e que aqui chegou pela internet - deu certo na capital da Rep√ļblica porque as vendas subiram 6% contra 3% do mesmo per√≠odo no ano passado.

Os setores que mais venderam foram os de confec√ß√Ķes, sapatos, perfumes e objetos para o lar, onde os descontos desceram a 60%, al√©m de generosos prazos de pagamento oferecidos pelo com√©rcio.

No entanto, comerciantes temem que tenha havido antecipação de compras, o que pode afetar negativamente o movimento no comércio de rua e de shoppings este mês.

Por conta deste fator, o Sindicato do Com√©rcio Varejista do Distrito Federal entrar√° em contato com o Conecs ‚Äď Conselho Nacional de Lojistas de Shoppings e Entidades ‚Äď para iniciar um debate a n√≠vel nacional, destinado a analisar se vale a pena manter a Black Friday na √ļltima semana de novembro.

Ora, nos Estados Unidos e em países da Europa, o dia dos namorados e o dia dos pais, só para citar dois exemplos notórios, não coincidem com as mesmas datas no Brasil. Cada país tem o seu calendário de eventos comerciais.

Portanto, no Brasil, a black n√£o pode ter uma data fixa ‚Äď a √ļltima quinta-feira de novembro - como entendem in√ļmeros comerciantes de rua e de shoppings, preocupados com faturamento de dezembro.

Cada na√ß√£o cultiva seus h√°bitos e nada melhor do que levar ao terreno da discuss√£o a manuten√ß√£o ou n√£o desta data em todo o pa√≠s. 

Deve ser uma ação coordenada para discutir data importante para milhares de lojas em todo o Brasil e um evento que gera empregos e renda, além, é claro, de muita publicidade.

Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO