Fogo Cerrado
Walter Brito
Temer acuado luta para permanecer no poder
19/06/2017

Henrique Fontana

x


Nilton Capixaba



Temer acuado luta para permanecer no poder


As hist√≥rias do mundo pol√≠tico se repetem de forma muito forte em nosso pa√≠s. Os pal√°cios do Catete, do Planalto e do Jaburu s√£o palcos de muitas vit√≥rias, mas de trag√©dias marcantes. Relembramos nesta mat√©ria o suic√≠dio de Get√ļlio Vargas, a ren√ļncia de J√Ęnio Quadros e os impeachments de Fernando Collor de Mello e Dilma Rousseff. Tancredo Neves n√£o chegou a subir a rampa e Temer resiste em descer. A m√≠dia internacional j√° anuncia em suas manchetes que o nosso presidente perde sua for√ßa, inclusive diversos ve√≠culos de comunica√ß√£o da Europa e EUA divulgaram, no √ļltimo final de semana, not√≠cias sobre o depoimento de Joesley Batista e fizeram refer√™ncia √† carta ren√ļncia escrita por Temer em 18 de maio. Aconselhado por Moreira Franco, Temer voltou atr√°s e continua na resist√™ncia. Importante lembrar que Moreira Franco foi casado com a neta de Get√ļlio Vargas.

                O av√ī de Celina Vargas, ex-esposa de Moreira Franco, no dia 24 de agosto de 1954, faltando 15 minutos para √†s 9 da manh√£, suicidou-se com um tiro no peito, e em sua carta testamento disse: ‚ÄúDeixo a vida para entrar na hist√≥ria‚ÄĚ. J√Ęnio Quadros, em 25 de agosto de 1961, deixou o poder e atribuiu sua ren√ļncia a ‚Äúfor√ßas ocultas‚ÄĚ. Fernando Collor de Mello sofreu impeachment no dia 2 de outubro de 1992 e sua frase que ficou para a hist√≥ria foi: ‚ÄúO tempo √© o senhor da raz√£o‚ÄĚ. Apeada do poder no dia 31 de agosto de 2016, Dilma Vana Rousseff disse: ‚Äú√Č o segundo golpe de Estado que enfrento na vida‚ÄĚ.

                O depoimento de Joesley Batista botou mais fogo na fogueira junina do Pal√°cio do Jaburu. Ele confirmou tudo que disse em sua dela√ß√£o premiada e ainda acrescentou alguns ingredientes no √Ęmbito do inqu√©rito que apura os crimes de corrup√ß√£o, obstru√ß√£o √† justi√ßa e organiza√ß√£o criminosa atribu√≠da ao presidente Michel Temer. Entretanto, no depoimento de Eduardo Cunha na quarta-feira (14), ele disse que seu sil√™ncio nunca esteve √† venda, o que desmente Joesley Batista. Cunha refor√ßa e disse que jamais fechou com Michel Temer qualquer tipo de negocia√ß√£o para se manter calado. O procurador geral da Rep√ļblica, Rodrigo Janot, certamente entregar√° den√ļncia contra Temer ainda no m√™s de junho. Vale ressaltar que para a den√ļncia ser aceita no Supremo, precisa ser aprovada na C√Ęmara dos Deputados, onde Temer ainda tem maioria. Ouvimos para a coluna Fogo Cerrado os deputados federais Nilton Capixaba (PTB) e Henrique Fontana (PT), que falaram sobre os √ļltimos acontecimentos pol√≠ticos do Fica Temer e Fora Temer.

                Entrevistado pela nossa reportagem, o deputado de Rond√īnia Nilton Capixaba apresentou seus argumentos justificando sua posi√ß√£o favor√°vel ao governo Temer: ‚ÄúEstou com Michel Temer e n√£o abro. Trocar um governo faltando pouco mais de um ano para a pr√≥xima elei√ß√£o, eu entendo que n√£o seria bom para o pa√≠s. Acredito que Michel Temer √© um homem de equil√≠brio, tem conhecimento adquirido e o conhe√ßo bem. Ele tem plenas condi√ß√Ķes de fazer um bom governo e conduzir de forma equilibrada a transi√ß√£o, quando elegeremos um novo presidente. Vejo a popula√ß√£o muito confusa neste momento e o discurso da oposi√ß√£o √© demagogo, o que confunde ainda mais o nosso povo. O Temer √† frente do Pal√°cio do Planalto at√© o dia 31 de dezembro de 2018 tem tudo para estabilizar o pa√≠s e, ap√≥s isso, os fatos ficar√£o esclarecidos e a popula√ß√£o saber√° escolher melhor o novo presidente. A perman√™ncia de Temer hoje √© necess√°ria. Acredito ainda que a vota√ß√£o de 4 a 3 no TSE, que permitiu a continuidade do governo Temer, foi correta. O Gilmar Mendes n√£o fez o jogo da m√≠dia e nem da popula√ß√£o. Ele obedeceu ao que est√° escrito na constitui√ß√£o. Aproveito a oportunidade para parabenizar o presidente do TSE Gilmar Mendes, bem como a justi√ßa brasileira. A constitui√ß√£o tem que ser respeitada‚ÄĚ, alertou Capixaba.

                Pedimos ao deputado ga√ļcho Henrique Fontana para comentar a afirmativa de seu colega de parlamento, o deputado Nilton Capixaba, sobre a perman√™ncia de Temer no governo e o resultado de 4 a 3 no TSE. O petista foi enf√°tico e atacou: ‚ÄúA minha avalia√ß√£o √© que o julgamento do TSE foi completamente dominado pelo componente pol√≠tico. O ministro Gilmar Mendes tem atua√ß√£o clara e francamente partid√°ria, tanto no Supremo como no TSE. Na vota√ß√£o de 4 a 3 conduzida por ele, junto com o apoio de dois ministros nomeados por Temer e o ministro Napole√£o, conseguiram maioria para manter o presidente em exerc√≠cio no poder. Mas isto no meu ponto de vista n√£o ter√° vida longa. A queda de Temer √© uma quest√£o de semanas, pois √© um governo que est√° completamente deslegitimado. O atual presidente est√° desmoralizado eticamente e n√£o tem condi√ß√Ķes de continuar governando o pa√≠s nem por um dia, muito menos at√© o final de 2018, como quer o meu colega Nilton Capixaba‚ÄĚ, arrematou.

                Sobre o caso Rocha Loures, o deputado Nilton Capixaba opinou: ‚ÄúEu entendo que quem deve tem que pagar. Os fatos precisam ser apurados e ap√≥s a apura√ß√£o ficaremos sabendo se o Rocha Loures √© o culpado. Qualquer pessoa p√ļblica, especialmente quando √© escolhida pelo voto, a responsabilidade √© muito grande. A pessoa tem atr√°s de tudo isso a popula√ß√£o que acreditou e votou nela. O acusado tem o direito de se defender. Se Rocha Loures for culpado, ele ter√° que pagar por isso‚ÄĚ, disse.

                Sobre o mesmo tema, o deputado do PT mirou a mala de Rocha Loures e atacou novamente: ‚ÄúQuero dizer ao meu colega Nilton Capixaba que aquela mala tinha R$ 500 mil em moeda sonante e n√£o era dinheirinho do banco imobili√°rio, ou seja, era dinheiro com valor. Aquilo tudo era acompanhado de um conjunto probat√≥rio que mostra as redes de propina e tr√°fico de influ√™ncia que est√£o em curso dentro do governo Temer. E mais, o conjunto probat√≥rio que sustenta o inqu√©rito que responde o presidente Temer, ali√°s, eu fa√ßo aqui um par√™ntese: √© o primeiro presidente da hist√≥ria do pa√≠s a permanecer no poder respondendo a um inqu√©rito, no qual √© acusado por forma√ß√£o de quadrilha, obstru√ß√£o da justi√ßa e corrup√ß√£o passiva. Breve teremos a den√ļncia final do procurador da Rep√ļblica, Rodrigo Janot, que vai nos mostrar toda conex√£o daquela mala de dinheiro, al√©m de outras ilegalidades de diversos atos de corrup√ß√£o. O Rocha Loures era nada mais, nada menos, do que um dos assessores de confian√ßa do presidente em exerc√≠cio, Michel Temer‚ÄĚ. Disse.

                Sobre as discutidas reformas, da previd√™ncia e trabalhista, o representante do PTB de Rond√īnia deu o seu parecer: ‚ÄúO governo do PT passou quase 14 anos governando e n√£o fez nenhuma reforma, e a √ļltima reforma trabalhista feita em nosso pa√≠s foi em 1950, quando n√£o t√≠nhamos computador e nem sonh√°vamos com a internet. O mundo mudou e temos que acompanhar a evolu√ß√£o dos tempos. Por isso temos que atualizar o pa√≠s por meio das importantes reformas: trabalhista e previdenci√°ria. Em 1950, a m√©dia de vida de cada um de n√≥s era de 60 anos, hoje passa dos 80 anos. Portanto, as reformas precisam ser feitas, inclusive fazer os sonegadores de impostos pagar o que devem. O INSS √© um exemplo em que milhares de empres√°rios sonegam e n√£o pagam. Sou a favor da valoriza√ß√£o do servidor p√ļblico e sou extremamente contra, por exemplo, aumentar a idade da mulher na aposentadoria. Isso √© um absurdo! A posi√ß√£o do professor na quest√£o da aposentadoria tem que ser feita com cuidado, al√©m do que o professor tem que ser melhor renumerado e n√£o ser prejudicado nas reformas. Precisamos garantir o presidente Michel Temer no governo e, o mais r√°pido poss√≠vel, fazer as reformas com as devidas corre√ß√Ķes, pois elas s√£o necess√°rias‚ÄĚ. Afirmou Capixaba.

                Referente √†s reformas, o petista do Rio Grande do Sul rebateu: ‚ÄúAs altera√ß√Ķes propostas nas rela√ß√Ķes de trabalho e no sistema previdenci√°rio do pa√≠s s√£o altera√ß√Ķes injustas, pois fragilizam o polo que j√° √© mais fraco na rela√ß√£o entre o capital e o trabalho daquele que procura emprego. A parte contratante, o empregador, imp√Ķe condi√ß√Ķes ao contratado, o trabalhador. A legisla√ß√£o trabalhista foi constitu√≠da ao longo da hist√≥ria como mecanismo de garantia da rela√ß√£o do maior equil√≠brio dessas partes. A proposta da antirreforma trabalhista, que est√° tramitando no congresso, √© uma proposta que desequilibra completamente esta rela√ß√£o. Ela precariza a condi√ß√£o de trabalho e diminui os sal√°rios, al√©m de reduzir o n√ļmero de empregos formais. Neste sentido, vai ampliar o volume de empregos precarizados e n√£o gera emprego nenhum. Quanto √† quest√£o previdenci√°ria, a proposta que est√° tramitando ataca duramente um conjunto de direitos constitu√≠dos das pessoas de baixa renda. Um exemplo claro trata-se da aposentadoria rural, ou seja, um agricultor ao completar 60 anos de idade. Em geral, o referido agricultor trabalha durante 45 anos e est√° sendo prejudicado pela proposta da reforma. Estamos falando aqui em cortar em temos de valor a aposentadoria de trabalhadores que hoje est√£o aguardando para se aposentar daqui a cinco, dez ou 20 anos. Esta antirreforma da previd√™ncia pega todo mundo e, se aprovada, a redu√ß√£o dos valores variam de 20 % a 50%. Al√©m disso, afeta a redu√ß√£o da aposentadoria de quem est√° aguardando para se aposentar e ganha R$ 2 mil ou menos, por exemplo. N√£o estou falando de aposentadoria dos altos sal√°rios. Por isso eu entendo, que essas duas antirreformas n√£o devem ser aprovadas em hip√≥tese alguma. Estou trabalhando para que elas n√£o sejam aprovadas‚ÄĚ, argumentou Henrique Fontana.

                No final da entrevista, Nilton Capixaba resolveu questionar a lideran√ßa de Luiz In√°cio Lula da Silva e atacou: ‚ÄúLula √© coisa do passado. Ele foi muito irrespons√°vel com o Brasil. √Č um populista que usou mal o dinheiro p√ļblico e deixou o Brasil sem rumo e sem nenhuma organiza√ß√£o. Eu e a maioria do povo brasileiro entendemos que o PT e o ex-presidente Lula fazem parte de um passado muito ruim. Pretendemos eleger em 2018 um presidente respons√°vel e comprometido com o nosso desenvolvimento. Eu nunca votei no PT e n√£o admito sequer pensar na volta do Lula. Ele √© culpado pela maior corrup√ß√£o de nossa hist√≥ria, que se instalou em todos os √≥rg√£os da administra√ß√£o p√ļblica quando o PT assumiu o poder‚ÄĚ, finalizou Capixaba.

                Sabedor das palavras de Capixaba contra Lula, o parlamentar do Rio Grande do Sul aumentou o tom de voz e contra-atacou: ‚ÄúA cara de pau dos pol√≠ticos que tentam manter Michel Temer na Presid√™ncia √© muito grande. Maior ainda √© negar ao povo brasileiro o direito de recome√ßar a democracia no pa√≠s escolhendo quem queira para presidir a na√ß√£o brasileira. N√£o h√° uma √ļnica prova constitu√≠da contra o ex-presidente Lula, que vem, ali√°s, sendo acusado politicamente tanto pelo juiz S√©rgio Moro e por parlamentares, como o meu colega Nilton Capixaba. Diversas manchetes e jornais atacam Lula diariamente. Isso significa que a condena√ß√£o midi√°tica e pol√≠tica do ex-presidente Lula √© uma tentativa permanente de setores que n√£o aceitam o projeto que Lula e Dilma conduziram no pa√≠s ao longo desses √ļltimos anos. Agora, a quest√£o do julgamento n√£o deve ser um julgamento pol√≠tico, e eu tenho a convic√ß√£o de que nas inst√Ęncias superiores ele ser√° absolvido, pois n√£o tenho nenhuma expectativa em rela√ß√£o ao juiz S√©rgio Moro, que est√° se demostrando em rela√ß√£o ao Lula um Juiz totalmente parcial e sem condi√ß√£o de equil√≠brio para julgar o ex-presidente. Sobre as elei√ß√Ķes, n√≥s temos que ter. O povo brasileiro tem que ter o direito de votar. Se o Lula ganhar as elei√ß√Ķes √© porque a maioria do povo quis. O deputado Nilton Capixaba n√£o pode pensar que √© o dono da verdade, e as elei√ß√Ķes diretas s√£o o grande rem√©dio que o Brasil precisa para repactuar a democracia‚ÄĚ. Concluiu Henrique Fontana.

                No in√≠cio da mat√©ria falamos sobre a repeti√ß√£o dos fatos no mundo da pol√≠tica brasileira. Recentemente em Bras√≠lia uma manifesta√ß√£o contra as reformas e com o objetivo de acelerar a derrubada de Michel Temer do poder foi √†s vias de fato e levou muita gente para os hospitais. Al√©m disso, ocorreu a depreda√ß√£o dos minist√©rios e amea√ßas aos servidores p√ļblicos, o que culminou com a convoca√ß√£o das For√ßas Armadas pelo presidente da Rep√ļblica. O depoimento de Joesley Batista, recheado com novos ingredientes, esquenta o m√™s de junho e as cabe√ßas pensantes no Pal√°cio do Planalto e tamb√©m o Jaburu. N√£o sabemos onde a crise poder√° chegar, mas a vontade da maioria do Congresso Nacional tende a fazer o que Gilmar Mendes fez no TSE: colocar panos quentes na den√ļncia que Janot levar√° ao Supremo contra Michel Temer. 

Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO