LBV
Paiva Netto
Mulheres cidad√£s
20/08/2018
Paiva Netto  O futuro do mundo depende essencialmente da aten√ß√£o e da magnanimidade de suas mulheres. Temos extraordin√°rios exemplos delas em todos os pa√≠ses, desde as mais destacadas √†s mais simples, a come√ßar pela mais singela das m√£es. Aqui exalto, por oportuno, a grandeza da doceira de Goi√°s, no vasto interior do Brasil, e ex√≠mia poetisa Cora Coralina (1889-1985). Tendo apenas instru√ß√£o prim√°ria, ela publicou seu primeiro livro aos 75 anos de idade. Disse a saudosa Cora: ‚ÄúFeliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina‚ÄĚ.   √Č o talento do povo bem instru√≠do e espiritualizado que transforma mis√©ria em riqueza! A fortuna de um pa√≠s situa-se, antes de tudo, no cora√ß√£o solid√°rio e na consci√™ncia esclarecida de sua gente. √Č neles que se encontra a capacidade criadora. √Č assim em todas as na√ß√Ķes.   H√° muito levantara-se Benjamin Franklin (1706-1790) para dizer: ‚ÄúA verdadeira sabedoria consiste em promover o bem-estar da humanidade‚ÄĚ.   H√° muito que aprender com o pr√≥ximo Conforme afirmei, em 1981, ao jornalista italiano radicado no Brasil Paulo Rappoccio Parisi (1921-2016) e reproduzi em Globaliza√ß√£o do Amor Fraterno*, nunca como agora se fez t√£o indispens√°vel unir os esfor√ßos na luta contra a fome e pela conserva√ß√£o da vida no planeta. √Č imperioso aproveitar o empenho de todos, ecologistas e seus detratores, assim como trabalhadores, empres√°rios, o pessoal da m√≠dia (escrita, falada e televisionada, e, agora, eu incluo a internet), sindicalistas, pol√≠ticos, militares, advogados, cientistas, religiosos, c√©ticos, ateus, fil√≥sofos, soci√≥logos, antrop√≥logos, artistas, esportistas, professores, m√©dicos, estudantes ou n√£o (bem que gostar√≠amos que todos se encontrassem nos bancos escolares), donas de casa, chefes de fam√≠lia, barbeiros, manicures, taxistas, varredores de rua e demais segmentos da sociedade.   A primeira mulher a ir ao espa√ßo (1963), a cosmonauta russa Valentina Tereshkova, resumiu numa frase que muito tem a ver com a gravidade do que estamos enfrentando ante o problema do aquecimento global: ‚ÄúUma vez que voc√™ j√° esteve no espa√ßo, poder√° apreciar qu√£o pequena e fr√°gil a Terra √©‚ÄĚ.   O assunto tornou-se dram√°tico, e suas perspectivas, tr√°gicas. Pelos mesmos motivos, urge o fortalecimento de um ecumenismo que supere barreiras, aplaque √≥dios, promova a troca de experi√™ncias que instigue a criatividade global, corroborando o valor da coopera√ß√£o s√≥cio-humanit√°ria das parcerias, como, por exemplo, nas cooperativas populares em que as mulheres t√™m forte desempenho, destacado o fato de que s√£o frontalmente contra o desperd√≠cio. H√° muito que aprender uns com os outros. O roteiro diverso comprovadamente √© o da viol√™ncia, da brutalidade, das guerras, que invadiram lares por todo o orbe. Alziro Zarur (1914-1979), saudoso fundador da Legi√£o da Boa Vontade, enfatizava que as batalhas pelo Bem exigem denodo. Simone de Beauvoir (1908-1986), escritora, fil√≥sofa e feminista francesa, acertou ao destacar: ‚ÄúTodo √™xito envolve uma abdica√ß√£o‚ÄĚ.   Resumindo: cada vez que suplantarmos arrog√Ęncia e preconceito, existir√° sempre o que absorver de justo e bom dos componentes desta ampla ‚ÄúArca de No√©‚ÄĚ, que √© o mundo globalizado de hoje. Da√≠ preconizarmos a uni√£o de todos pelo bem de todos, porquanto compartilhamos uma √ļnica morada, a Terra. Os abusos de seus habitantes v√™m exigindo provid√™ncia imperativa: ou integra ou desintegra (...), raz√£o por que devemos trabalhar estrategicamente em parcerias que promovam prosperidade efetiva para as massas populares.  

* Globaliza√ß√£o do Amor Fraterno ‚ÄĒ Publica√ß√£o dirigida pela Legi√£o da Boa Vontade aos chefes de Estado, alto comissariado, setor privado e sociedade civil de mais de 100 pa√≠ses, reunidos pela ONU no High-Level Segment 2007, do Conselho Econ√īmico e Social das Na√ß√Ķes Unidas (Ecosoc), no qual a LBV possui status consultivo geral. O evento se deu no Palais des Nations, escrit√≥rio central da organiza√ß√£o, em Genebra (Su√≠√ßa), de 2 a 5 de julho daquele ano.

 

José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor.

paivanetto@lbv.org.br ‚ÄĒ www.boavontade.com
Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO