ONs e OFFs
Sandro Gianelli
Ons & Offs
20/04/2018
Recorde de insatisfação

Nas elei√ß√Ķes de 2018 vivemos um momento √≠mpar de insatisfa√ß√£o do eleitor com √≠ndices recordes em desfavor ao atual sistema pol√≠tico. Os atuais representantes possuem baixas avalia√ß√Ķes, fato que se mistura entre os que realmente fizeram maus mandatos e os que apenas entram no bolo pelo momento pol√≠ticovivido pelo pa√≠s.

 

Espaço para o antipolítico

Essa avalia√ß√£o se confirma com o aumento dos √≠ndices de votos brancos e nulos que s√£o vistos em praticamente todas as pesquisas eleitorais realizadas pelo pa√≠s a fora.As inten√ß√Ķes de votos medidas pelos institutos de pesquisa mostram que o novo, o antipol√≠tico, tende a vencer a narrativa de pol√≠ticos que demonstram experi√™ncia e seguran√ßa para que o eleitor deposite seu voto de confian√ßa na urna.

 

Pesquisas comprovam

A intenção de votos alcançada por pré-candidatos como Jair Bolsonaro (PSL) e Joaquim Barbosa (PSB) comprova que o eleitor pretende apostar no novo na política. Sai a experiência e entra em cena a inexperiência em relação ao atual sistema político que para o eleitor é falido.


 







[Jair Bolsonaro, pré-candidato a presidência pelo PSL / Reprodução da internet]


O Mito

Apesar de ser parlamentar há muitos anos, Bolsonaro representa a negação do atual sistema político o que o credencia, na cabeça do eleitor, como um candidato novo e diferenciado dos que aí estão.

 

Caçador de político

O n√£o envolvimento de Joaquim Barbosa na pol√≠tica, por si s√≥, o p√Ķe na qualidade de representante desse desejo do eleitorado. Sua falta de experi√™ncia na pol√≠tica em nada tem pesado na decis√£o do eleitor.


 









[Joaquim Barbosa, pré-candidato a presidência pelo PSB / Reprodução da internet]



Pesquisa Datafolha

Essa tend√™ncia pode ser confirmada na √ļltima pesquisa Datafolha, realizada entre os dias 11 e 13 de abril com 4.194 entrevistados, em 227 munic√≠pios, e que est√° registrada no TSE sob n√ļmero BR-08510/2018. A margem de erro √© de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos e o n√≠vel de confian√ßa √© de 95%.

 

Propaganda antecipada

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deverá ficar mais rigoroso no que diz respeito a avaliação de suspeitas de propaganda antecipada. Além do pedido expresso de votos, haverá uma interpretação mais aprofundada dentro de um contexto em que as mensagens são veiculadas.


 








[Sede do TSE / Reprodu√ß√£o da internet]


Propaganda extempor√Ęnea

Recentemente, o TSE determinou a retirada de outdoor com mensagem de apoio ao pr√©-candidato √† presid√™ncia, Jair Bolsonaro. O Tribunal entendeu que al√©m da divulga√ß√£o em outdoor ser proibida durante a campanha, a mensagem de apoio, dependendo do contexto, pode induzir √† pratica de propaganda eleitoral extempor√Ęnea. Outro entendimento √© que, o que n√£o pode na campanha, n√£o deve ser permitido na pr√©-campanha.

 

Vaquinha virtual

A partir do dia 15 de maio estar√° permitido a arrecada√ß√£o de dinheiro para as campanhas pelos pr√©-candidatos. √Č o crowdfunding ou vaquinha virtual. A nova pratica tende a beneficiar partidos e candidatos que possuam milit√Ęncia ou a defesa de uma causa que engaje as doa√ß√Ķes.


 






[Modelo de doa√ß√£o onde s√£o financiadas ideias ou pol√≠ticos / Reprodu√ß√£o da internet]


Registro da candidatura

A vaquinha virtual √© bancada por meio de doa√ß√Ķes de pessoas f√≠sicas. Existem v√°rias op√ß√Ķes de doa√ß√£o como cart√£o de cr√©dito, cheque, boleto ou transfer√™ncia banc√°ria. E caso o pr√©-candidato desista da disputa, os recursos arrecadados ser√£o devolvidos. Em resumo, os recursoss√≥ poder√£o ser utilizados ap√≥s o registro da candidatura.

 

Lançamento de candidatura

Tento como estratégia a arrecadação de fundos para a campanha do pré-candidato à presidência Joaquim Barbosa, o PSB nacional, deverá lançar oficialmente sua candidatura no dia 15 de maio.

 

Pré-campanha

Hoje não existe uma data oficial para iniciar a pré-campanha. Oficialmente a campanha se inicia no dia 16 de agosto. Quem estiver pensando em fazer campanha, somente, nos 45 dias que a legislação permite, tende a fracassar nas urnas. A dica para quem pretende se eleger é dar início aos trabalhos ainda na pré-campanha.

 

Campanha informal

A legisla√ß√£o n√£o oficializa a pr√©-campanha, mas a data do dia 15 de maio, marcada pela oficializa√ß√£o do recebimento de doa√ß√Ķes, deve ser tratada, mesmo que informal, como o in√≠cio da pr√©-campanha. Desta forma, ao inv√©s de 45 dias de campanha, o pr√©-candidato ter√°, somente na pr√©-campanha, um adendo de 3 meses de trabalho.

Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO