ONs e OFFs
Sandro Gianelli
Ons & Offs
18/07/2018

Fora da disputa

O presidente do PR-DF, Salvador Bispo, divulgou uma nota lamentando a decisão do ex-deputado federal Jofran Frejat em não concorrer mais ao Governo do Distrito Federal. A justificativa foram às dificuldades na composição da Chapa Majoritária.

 

Imposição

Os rumores de que Frejat vinha sofrendo com imposi√ß√Ķes por parte dos aliados foram confirmados pelo presidente que afirma: "E nesse novo quadro, sem imposi√ß√Ķes de qualquer ordem, espera poder contar com a valiosa contribui√ß√£o de Frejat ao Distrito Federal".

 

Toma l√°...

Na prática, Frejat não aceitou interferências dos aliados. Troca de apoio por espaço no governo também foram recusadas. A indicação do vice-governador foi um dos maiores empecilhos para sua permanência. Dois grupos vinham disputando a indicação e Frejat queria escolher seu próprio vice.

 

... d√° c√°

Frejat deixou claro que faz parte de um tipo de perfil pol√≠tico cada vez mais escasso. O ex-deputado federal mostrou em a√ß√Ķes que n√£o esta disposto a fazer tudo pelo poder. O recado √© que aqueles que querem tocar um projeto para resgatar o DF ser√£o bem vindos, mas se a alian√ßa for fechada em troca do parcelamento do Estado, ele prefere se ausentar.

 

Uni√£o

A sa√≠da de Frejat da disputa pelo comando do DF serviu para unir dois grupos pol√≠ticos que at√© ent√£o estavam separados. Os remanescentes do grupo que tinha Jofran Frejat como postulante ao GDF e o grupo que tinha Izalci, Rog√©rio Rosso e Cristovam Buarque. At√© ent√£o o cabe√ßa seria Izalci, mas nos √ļltimos dias Rosso entrou na disputa.

 

Composição

Membros dos partidos que formam as duas chapas se reuniram na ter√ßa-feira (17) em busca de uma composi√ß√£o que una os dois grupos em torno de um √ļnico nome. Tr√™s presidentes de partido entraram na disputa: Fraga (DEM), Rog√©rio Rosso (PSD) e Izalci (PSDB).

 

Nova chapa

√Č esperado para hoje (18) o anuncio de uma chapa majorit√°ria que una os dois grupos pol√≠ticos. Se houver um consenso a nova composi√ß√£o ter√° o maior tempo de televis√£o das elei√ß√Ķes de 2018 no DF.

 

Tempo de TV

O MDB comandado pelo ex-vice governador Tadeu Filippelli é o segundo com maior tempo de TV. O PSDB de Izalci Lucas é o terceiro. Já o PP de Roney Nemer é o quarto, mas esta na cota de Filippelli. O PSD de Rogério Rosso é o quinto. O PR de Frejat e Arruda é o sétimo. O Democratas de Alberto Fraga é o nono. E o PRB de Wanderley Tavares é o décimo partido com o maior tempo de TV.

 

Prejudicado 1

A nominata do PR para deputado distrital foi a mais prejudicada com a desist√™ncia de Frejat. Os pr√©-candidatos a deputado distrital contavam com o voto de legenda para ajudar a garantir mais cadeiras na C√Ęmara Legislativa. Ainda tem os pr√©-candidatos que saindo pelo partido, tinham a esperan√ßa de fazer parte do governo e podem desistir e complicar ainda mais a legenda.

 

Prejudicado 2

O PR conta com três deputados distritais: Sandra Faraj, Agaciel Maia e Bispo Renato Andrade. Outros nomes, testados na urna, estão na casa dos 10 mil votos. O partido terá grande dificuldade para conseguir outro partido que aceite formar uma coligação.

 

Volta Frejat

A sa√≠da de Frejat tirou interfer√™ncias de grupos antigos. Nos pr√≥ximos dias teremos a defini√ß√£o dos rumos desses partidos. N√£o duvidem se os dois grupos se unirem e convencerem o ex-secret√°rio de Sa√ļde a concorrer com o apoio de todos e sem interfer√™ncias, ou seja, com o comando total de suas a√ß√Ķes.

 

ENTORNO

AMAB

A Associação dos Municípios Adjacentes à Brasília (AMAB) se reunirá em Brasília, nessa quarta-feira, às 14h, no Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Bloco F, Sala 6. O encontro tem como pauta principal a reestruturação da associação que passará a ter 12 municípios a mais. O evento contará com a presença do ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB).

 

Improbidade

O ex-prefeito de Planaltina, José Neto, e a ex-secretária de Educação e gestora do Fundo Municipal de Educação, Stella Maris Galvão Lombardi, foram condenados por improbidade. Ambos estão com os direitos políticos suspensos por três anos e terão que pagar multa de R$ 50 mil.

 

Ilegalidade

As irregularidades foram constatadas na contratação de empresa para compra de tenda de leituras para a rede municipal de ensino. O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) julgou ilegal o pregão presencial de registro de preço que resultou no contrato administrativo firmado entre o município e a empresa.

Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO