ONs e OFFs
Sandro Gianelli
ONs e OFFs
07/08/2018

PO de volta

A convenção do Progressistas, realizada no domingo (5), trouxe de volta à vida pública o ex-governador do Distrito Federal Paulo Octávio. PO, como é conhecido, foi senador, deputado federal e é um dos maiores empresários do DF.

 

Setor produtivo

Assim como em 2002, quando foi eleito senador, Paulo Octávio, mais uma vez valorizou o setor produtivo. Em 2002, o empresário Ademir Santana foi seu primeiro suplente. Em 2018 será o empresário Hélio Queiroz. A Fecomércio mais uma vez emplaca um suplente de senador.

 

História

Hélio é presidente do Conselho de Transparência e Controle Social do DF (CTCS), diretor da Fecomércio-DF, presidente do Sindicato das Empresas de Produção de Imagens, Fotografias, Filmagens e Profissionais Autônomos do DF (Sinfoc-DF) e empresário na área de comunicação.

 

Articulação

Tanta o retorno de Paulo Octávio à vida pública, quanto a articulação para que o setor produtivo indicasse um dos suplentes tiveram a articulação do presidente do Progressistas, deputado federal Roney Nemer.

 

União 1

Até o fechamento da Coluna, o advogado Ibaneis Rocha (MDB) mantinha sua pré-candidatura ao Governo do Distrito Federal. Além do MDB, Ibaneis conta com o apoio do Progressistas, PSL, PSC, PPL e do Avante. Os grupos de Fraga e Ibaneis tentam um acordo para unir os partidos.

 

União 2

Fraga continua sem vice-governador e para o Senado tem uma vaga livre. Izalci Lucas (PSDB) foi confirmado como Senador na chapa de Fraga. Ibaneis anunciou Pacco Brito, presidente do Avante, como vice e tem Paulo Octávio ao Senado. Fraga tenta convencer Ibaneis para ser vice em sua chapa com Izalci e Paulo Octávio ao Senado.

 

Força

Se os grupos de Fraga e Ibaneis seguirem separados, as chances de crescimento de Eliana Pedrosa (PROS) e Rogério Rosso (PSD) é grande. A coligação de Fraga possui 4 partidos. Ibaneis possui 6. Eliana tem 8 e Rosso 5 siglas. Unidos, Fraga e Ibaneis, se fortalecem, separados, fortalecem Rosso e Eliana.

 

Ideal

A chapa ideal teria Ibaneis para Federal com o apoio de vários distritais e grande possibilidade de ser eleito. Fraga com Flávia Arruda (PR) de vice e com Paulo Octavio e Izalci Lucas ao senado. O grupo teria 11 partidos e seria o maior grupo nas eleições de 2018.

 

Fique atento

O pré-candidato a deputado distrital, Professor Rodrigão (Patriota), fez um alerta para os eleitores prestarem atenção nos candidatos que prometem o que não será da competência de seus cargos. Rodrigo encerra fazendo um apelo: "Pensem bem, não deixe nosso sofrimento se estender aos nossos descendentes".

 

Recorde

A eleição de 2018 no DF será marcada pelo maior quantidade de candidatos ao Governo do Distrito Federal na recente história da Capital. O processo eleitoral de 2018 já conta com 12 candidatos ao Palácio do Buriti.

 

12 pretendentes

Alexandre Guerra (NOVO), Eliana Pedrosa (PROS), Fátima Sousa (PSOL), Fraga (DEM), General Paulo Chagas (PRP), Guillen (PSTU), Ibaneis Rocha (MDB), Júlio Miragaya (PT), Major Paulo Thiago (PRTB), Renan Rosa (PCO), Rodrigo Rollemberg (PSB) e Rogério Rosso (PSD).

 

Mais dois

Na reta final das convenções o governador Rodrigo Rollemberg garantiu mais dois partidos em seu projeto de reeleição. O PCdoB e o PDT oficializaram apoio ao socialista que conta agora com 5 partidos.

 

Fora da disputa

O presidente da Câmara Legislativa, deputado Joe Valle (PDT), anunciou que não disputara nenhum cargo nas eleições desse ano. Joe foi cotado para disputar o senado na chapa de Jofran Frejat. O PDT chegou a lançar Peniel Pacheco ao Buriti, mas acabou apoiando Rollemberg.

 

Contrariados

Os três distritais do PDT: Joe Valle, Reginaldo Veras e Cláudio Abrantes eram contrários a coligação com o PSB. A decisão final teve interferência da nacional. O PDT deixou a base do governo por não concordar com os rumos do governo Rollemberg.

Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO