ONs e OFFs
Sandro Gianelli
ONs e OFFs
11/09/2018

Pesquisa Presidenciável

O instituto FBS Pesquisa realizou um levantamento para avaliar as intenções de voto para a Presidência da República. A pesquisa foi contratada pelo banco de investimentos BTG Pactual e foi realizada nos dias 8 e 9 de setembro.

 

Bolsonaro lidera

Jair Bolsonaro (PSL) lidera com 30% das intenções de voto na estimulada. Ciro Gomes (PDT) é o segundo com 12%. Marina Silva (Rede), Geraldo Alckmin (PSDB) e Fernando Haddad estão empatados com 3% cada.

 

Empate técnico 1

Ciro, Marina, Alckmin e Haddad estão empatados tecnicamente no limite da margem de erro. O registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é BR-01522/2018. Foram entrevistados dois mil eleitores em todo o país. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

 

Empate técnico 2

João Amoêdo (Novo), Álvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB) estão empatados com 3% cada. Guilherme Boulos (PSol) e Cabo Daciolo (Patriota) estão com 1%. Nenhum e não respondeu somam 17% e os indecisos são 7%.

 

Com Lula

Na espontânea o ex-presidente Lula (PT) teve 12%. Bolsonaro ficou com 26%, Ciro 7%. Amoêdo, Alckmin, Marina e Haddad ficaram com 3% cada. Álvaro segue com 2%, seguido de Meirelles com 1%. Outros candidatos somados tiveram 1%. Nenhum e não sabe somam 19% e indecisos 20%.

 

Sem transferência

A pesquisa perguntou aos eleitores de Lula se eles votariam em Haddad. 63% afirmaram que não votariam de jeito nenhum. 20% disseram votar com certeza e 12% poderiam votar. 4% não se decidiram.

 

Rejeição

Marina lidera a rejeição com 64%, seguida por Alckmin com 61%, Meirelles e Haddad com 52%. Ciro e Bolsonaro com 51%. José Maria Eymael (DC) com 48%. Daciolo com 42%. Álvaro, Vera Lúcia (PSTU), João Goulart Filho (PPL) e Boulos seguem empatados com 41% e Amoêdo tem 36% de rejeição.

 

Abstenção

Quando a pergunta se refere a abstenção, pelo menos 7% dos entrevistados afirmaram que com certeza não irão votar e 3% ainda não decidiram. Um dado positivo é que 74% afirmaram que vão votar com toda certeza e 13% provavelmente irão comparecer no dia da votação.

 

Tempo fechado 1

O deputado distrital Wellington Luiz (MDB) esteve no Instituto Hospital de Base no último domingo (9), na condição de parlamentar, com o intuito de fiscalizar uma denuncia sobre o tratamento de um paciente.

 

Tempo fechado 2

Wellington foi barrado por um dos vigilantes e houve um empurra-empurra, quem viu o vídeo relata que só não foram puxadas as armas porque a turma do deixa disso conseguiu evitar. Wellington dizia: "tira a mão da arma, tira a mão da arma".  No final chamaram reforço, mas o parlamentar não engoliu o fato de ter sido barrado.

 

ENTORNO


Sorte ou trabalho?

O vereador Luís de Aquino (PHS) é daqueles que sabe esperar sua hora chegar. Aquino esta no quinto mandato e disputará a Assembleia Legislativa de Goiás concorrendo com pelo menos duas vantagens. Aquino esta numa legenda menos competitiva, onde pode ser eleito com no máximo 15 mil votos e possui o apoio do prefeito Hildo do Candango (PTB).

 

Grandes transformações

Hildo não tem medido esforços para eleger o amigo. Na conta de Aquino entram todas as obras que ocorreram em Águas Lindas nos últimos 6 anos da Gestão Hildo. Para o governo, a eleição de Aquino fortalecera ainda mais a relação entre a prefeitura e o Governo Estadual.

 

Tá falado

Um vídeo de apoio a candidatura de Aquino reconhece que ainda existem muitos obstáculos a serem vencidos. E questiona: "O que fazer para que a nossa cidade capte mais recursos e investimentos e continue no caminho do desenvolvimento? A resposta é representatividade.

Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO