ONs e OFFs
Sandro Gianelli
ONs e OFFs
17/09/2018
p.p1 {margin: 0.0px 0.0px 6.0px 0.0px; font: 12.0px 'Times New Roman'; color: #a1d562} p.p2 {margin: 0.0px 0.0px 6.0px 0.0px; font: 12.0px 'Times New Roman'; color: #a1d562; min-height: 15.0px} p.p3 {margin: 0.0px 0.0px 6.0px 0.0px; font: 12.0px 'Times New Roman'} p.p4 {margin: 0.0px 0.0px 6.0px 0.0px; font: 12.0px 'Times New Roman'; min-height: 15.0px} p.p5 {margin: 0.0px 0.0px 6.0px 0.0px; font: 12.0px 'Times New Roman'; color: #65a0dc} p.p6 {margin: 0.0px 0.0px 6.0px 0.0px; font: 12.0px 'Times New Roman'; color: #65a0dc; min-height: 15.0px} p.p7 {margin: 0.0px 0.0px 6.0px 0.0px; font: 12.0px 'Times New Roman'; color: #ff2600} p.p8 {margin: 0.0px 0.0px 6.0px 0.0px; font: 12.0px 'Times New Roman'; color: #ff2600; min-height: 15.0px}

Na disputa

A √ļltima pesquisa Datafolha divulgada na sexta-feira (14) mostra o crescimento do candidato do PT, Fernando Haddad, que foi anunciado oficialmente como candidato do partido na √ļltima semana. Haddad empata com Ciro Gomes (PDT), ambos em segundo lugar.


Na liderança

Jair Bolsonaro (PSL) lidera com 26% das inten√ß√Ķes de voto. Haddad esta empatado com Ciro com 13% cada. O levantamento mediu a inten√ß√£o de voto estimulada. A pesquisa foi realizada nos dias 13 e 14 de setembro.


Alckmin é o quarto

O quarto colocado √© Geraldo Alckmin (PSDB) com 9%, Marina Silva (Rede) tem 8%. √Ālvaro Dias (Podemos), Henrique Meirelles (MDB) e Jo√£o Amo√™do (Novo) est√£o com  3% cada. Seguidos por Cabo Daciolo (Patriota), Guilherme Boulos (PSOL) e Vera L√ļcia (PSTU) com 1% cada. Jo√£o Goulart Filho (PPL) e Eymael (DC) n√£o pontuaram. Brancos e nulos somam 13%, os eleitores que n√£o sabe ou n√£o respondeu s√£o 6%.


Rejeição

Bolsonaro lidera a rejei√ß√£o com 44%, Marina tem 30%, Haddad 26%, Alckmin 25%, Ciro 21%, Vera 19% e Daciolo 18%. Eymael, Boulos e Meirelles est√£o com 17% cada. √Ālvaro tem 16%, seguido de Amo√™do com 15% e Goulart Filho com 14%. Os que rejeitam todos ou n√£o votaria em nenhum dos candidatos somam 4%. Os que votariam em qualquer um e n√£o rejeita nenhum dos candidatos somam 2%. N√£o sabe s√£o 5%.


Dados

A sondagem foi encomendada pela TV Globo e a Folha de S.Paulo e ouviu 2.820 eleitores em 187 cidades. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. O registro na Justiça Eleitoral é BR 05596/2018.


Negado

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF) negou 35 registros de candidaturas. O dado √© preliminar. O ex-deputado distrital J√ļnior Brunelli (MDB) e todos os candidatos do PCO fazem parte da lista. As defesas do candidato e do partido v√£o recorrer. 


Na faca

O candidato a deputado distrital Edvaldo Albuquerque (MDB) foi preso na tarde de sexta-feira (14). Edvaldo discutiu com um feirante e feriu uma pessoa com uma faca. O partido afirmou que vai pedir a impugnação da candidatura de Edvaldo ao TRE-DF e abrirá um processo de expulsão do filiado.


ENTREVISTA


"Apenas 8% dos homicídios são resolvidos no Brasil", disse Flávio Werneck


O candidato a deputado federal Fl√°vio Werneck (PHS) concedeu entrevista para a Coluna On¬īs e Off¬īs. Fl√°vio √© policial federal, presidente licenciado do Sindicato dos Policiais Federais no Distrito Federal (SINDIPOL/DF) e vice-presidente licenciado da Federa√ß√£o Nacional dos Policiais Federais (Fenapef). Na policia atuou na repress√£o ao tr√°fico e no combate √† corrup√ß√£o. Confira um resumo das declara√ß√Ķes:


Como entrou na política?

N√≥s, policiais federais, criamos a Frente dos Agentes da Pol√≠cia Federal, que tem o objetivo de eleger um policial em cada estado. O objetivo √© garantir condi√ß√Ķes para a continua√ß√£o das investiga√ß√Ķes contra corrup√ß√£o e para melhorarmos o Sistema Penal brasileiro, trazendo de volta a seguran√ßa que os brasileiros precisam. 


Quais propostas você pretende defender no Congresso?

Quero combater √† corrup√ß√£o, mantendo os investimentos na Lava Jato, vou propor mudan√ßas nas pol√≠cias, no estatuto da crian√ßa e adolescente, c√≥digo de processo penal e no C√≥digo Penal. H√° solu√ß√Ķes que j√° s√£o usadas em outros pa√≠ses e que podem ser utilizadas para mudar o cen√°rio brasileiro. 


Se você for eleito, qual será a principal linha de defesa do seu mandato?

A minha maior preocupa√ß√£o √© com a seguran√ßa dos brasileiros. As taxas de criminalidade crescem a cada ano e as medidas sugeridas pelos governos s√£o paliativas e n√£o conseguem resolver o problema da Seguran√ßa P√ļblica a longo prazo.


Como superar o distanciamento do eleitor nesta eleição?

Converso com meus eleitores pelas minhas redes sociais. √Č por l√° que eu passo o meu conhecimento e os acontecimentos sobre Seguran√ßa P√ļblica para a popula√ß√£o. Assim, consigo estreitar os la√ßos nessa fase de campanha em que a popula√ß√£o fica mais cr√≠tica com os discursos dos candidatos.

 

ENTORNO


Plano Mulher

O candidato ao governo de Goi√°s Ronaldo Caiado (Democratas) garante que se for eleito, as mulheres estar√£o na estrutura de governo com papel fundamental na tomada de decis√Ķes. Caiado apresentou o Plano Mulher, que √© um conjunto de a√ß√Ķes espec√≠ficas nas √°reas de sa√ļde, seguran√ßa, educa√ß√£o e empregabilidade.


Engajamento das mulheres

Caiado tem destacado a import√Ęncia do engajamento das mulheres na pol√≠tica para que Goi√°s efetive o processo de mudan√ßa impulsionado pela popula√ß√£o. ‚ÄúEssa elei√ß√£o n√£o √© apenas para eleger um governador, √© para mudar o modelo de governar Goi√°s. Teremos as mulheres na estrutura de governo e no cotidiano de nossas a√ß√Ķes, contribuindo para priorizarmos pol√≠ticas de desenvolvimento‚ÄĚ, disse Caiado.

Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO