Aceitarei voto do Parlamento, se decidirem pela minha saída, diz Zuma
14/02/2018 11h22
O presidente da √Āfrica do Sul, Jacob Zuma, afirmou que aceitar√° a derrota e deixar√° o posto, caso o Parlamento aprove uma mo√ß√£o de censura contra ele, prevista para esta quinta-feira. "Eu estarei fora" se perder na vota√ß√£o legislativa, garantiu. "N√£o vou renunciar √† presid√™ncia, mas estou aberto ao di√°logo", afirmou Zuma.

A declaração em uma entrevista à emissora estatal SABC sugere que ele não obedecerá a determinação de seu partido, o Congresso Nacional Africano (ANC, na sigla em inglês), para que deixe o poder até o fim desta quarta-feira. A sigla decidiu que Zuma deve sair e disse que, caso ele não faça isso voluntariamente, deverá haver votação no Parlamento para destituí-lo.

Zuma disse que tem sido "vítima" no episódio e que discorda dos esforços do próprio partido para retirá-lo do poder. Ele avaliou que estaria disposto a renunciar, mas quer mais alguns meses no posto. Também informou que deve dar uma declaração mais tarde. Fonte: Associated Press.

AE
Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO