A√ß√Ķes na agricultura do DF minimizaram perda h√≠drica na Bacia do Descoberto
Foto: D√™nio Sim√Ķes/Ag√™ncia Bras√≠lia
13/01/2018 16h02

As medidas para uso consciente da água na atividade agrícola foram fundamentais para evitar um colapso no abastecimento do Distrito Federal em 2017. Por meio de recuperação de canais, substituição de sistemas de irrigação e revestimento de tanques de armazenamento, entre outras ações, o volume do reservatório do Descoberto resistiu ao período de seca.

À época da divulgação do plano de enfrentamento da crise hídrica na área rural, em 23 de janeiro, o cenário era de três anos de chuva abaixo da média histórica, somados à forte estiagem entre a segunda quinzena de dezembro de 2016 e a primeira quinzena de janeiro de 2017.

Com menos precipitação, a infiltração de água no solo também ficou prejudicada. Isso fez com que os lençóis freáticos do DF ficassem três metros abaixo do esperado — redução que prejudicou a recarga dos principais rios e córregos que abastecem a bacia do Descoberto.

Assim, teve de ser imediata a resposta à redução progressiva das duas principais barragens do DF, como destaca o presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF), Roberto Carneiro. “A crise tem sido importante para todos nós, população e governo, aprendermos a nos planejar para o futuro.”

De acordo com Carneiro, um ponto bastante reforçado, nesse período, foi aconservação ambiental por parte dos produtores rurais. “A agricultura tem papel fundamental no equilíbrio dos espaços rural e urbano. É ela que mantém a destinação da área, evita o parcelamento irregular do solo e permite a infiltração de água nos lençóis.”

Prioridades para o uso da água na crise hídrica

Desde o agravamento da crise hídrica, a prioridade tem sido o abastecimento humano e a dessedentação — ato de saciar a sede — dos animais, conforme previsto na Resolução nº 13, de 15 de agosto de 2016, da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico (Adasa).

Para a agricultura, ficaram definidos três eixos de atuação conjunta dos órgãos do Executivo:

Diminuição da retirada de água nos córregos e ribeirões que abastecem o Descoberto Redução do desperdício hídrico na agricultura Aumento da produção de água, principalmente na Bacia do Descoberto

As medidas adotadas permitiram que os principais afluentes do Reservatório do Descoberto apresentassem melhora na vazão média mensal de 2017 em relação à de 2016, como indicam dados da Adasa. 

Da reda√ß√£o do Al√ī com informa√ß√Ķes da Ag√™ncia Bras√≠lia
Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO