BC da China mantém taxa de juros interbancários de referência inalterada
14/06/2018 00h29
O Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) deixou as taxas de juros de curto prazo do sistema interbancário inalteradas nesta quinta-feira (hora local), mesmo após o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) ter elevado os juros pela segunda vez neste ano. Nesse sentido, a taxa de recompra reversa de sete dias foi mantida em 2,55%, a de 14 dia permanece em 2,70% e a de 28 dias ficou inalterada em 2,85%.

No ano passado, o banco central chinês elevou os juros de curto prazo após dois dos três aumentos das taxas pelo Fed, em março e em dezembro, e também seguiu o comportamento da autoridade monetária dos Estados Unidos em março deste ano. No entanto, as taxas de empréstimos e de depósitos, que são as taxas de juros oficiais da China, estão inalteradas desde outubro de 2015.

Economistas dizem que, assim como nas economias desenvolvidas, os juros de curto prazo est√£o se tornando uma ferramenta de pol√≠tica monet√°ria mais confi√°vel e eficaz em solo chin√™s, enquanto as taxas de empr√©stimo e de dep√≥sitos de um ano est√£o gradualmente perdendo relev√Ęncia devido a um mercado financeiro em r√°pida expans√£o. Analistas j√° apontavam que novos sinais de desacelera√ß√£o do crescimento econ√īmico, nervosismo no mercado de t√≠tulos dom√©sticos e redu√ß√£o pela metade da oferta de cr√©dito em maio fariam com que o PBoC evitasse elevar os juros. Fonte: Dow Jones Newswires.

AE
Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO