Coreia do Sul pede atenção internacional às ameaças vindas de Pyongyang
15/12/2017 22h24
O vice-ministro de Relações Exteriores da Coreia do Sul, Cho Hyun, disse nesta sexta-feira que a Coreia do Norte está "na fase final da investida nuclear" e pediu à comunidade internacional que compreenda a urgência da ameaça que isso representa e encontre maneiras de interromper o programa nuclear do regime de Kim Jong-un.

Cho Hyun advertiu, durante reunião ministerial do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), que se a Coreia do Norte puder colocar uma ogiva nuclear em um míssil balístico intercontinental, "isso irá alterar fundamentalmente a paisagem de segurança na região e além".

Ele pediu uma resposta conjunta de "absolutamente não" às tentativas norte-coreanas de ser reconhecido como um país com armas nucleares. Ao mesmo tempo, Hyun disse que o objetivo deve ser a desnuclearização da Península Coreana e que "não devemos ser provocados em conflitos nem deveríamos fechar as portas para um diálogo de paz".

O vice-ministro enfatizou que, "na nossa corrida contra a Coreia do Norte, precisamos fazer mais para combater as táticas evasivas de Pyongyang para evitar as sanções da ONU". Hyun pediu esforços redobrados para implementar as penalidades e preencher todas as lacunas possíveis a fim de levar os norte-coreanos à mesa de negociação. Fonte: Associated Press.

AE
Comentários
Leia também
Facebook
Colunas

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO