Ju√≠zes, advogados, procuradores e bispos pedem paz nas elei√ß√Ķes 2018
20/10/2018 18h52
Sete grandes entidades manifestaram, em nota, na quinta-feira, 18, rep√ļdio p√ļblico a 'toda e qualquer manifesta√ß√£o de √≥dio e desprezo aos direitos humanos de qualquer cidad√£o brasileiro'. A Associa√ß√£o Nacional dos Magistrados da Justi√ßa do Trabalho (Anamatra), o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Confer√™ncia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Associa√ß√£o Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait), a Associa√ß√£o Brasileira dos Advogados Trabalhistas (Abrat) e a Federa√ß√£o Nacional dos Jornalistas (Fenaj) pediram 'a pacifica√ß√£o e a conc√≥rdia' durante o 2¬ļ turno das elei√ß√Ķes 2018 e depois do pleito.

Na nota, as entidades se manifestaram ainda 'pela preserva√ß√£o do sistema de prote√ß√£o dos direitos sociais constitucionalmente estabelecido, reconhecendo que Justi√ßa e Paz devem necessariamente caminhar lado a lado, inclusive no campo social'. Anamatra, Conselho Federal da OAB, CNBB, ANPT, Sinait, Abrat e Fenaj declararam 'a defesa irrestrita e incondicional dos direitos fundamentais sociais, inclusive os trabalhistas, e da imprescindibilidade das institui√ß√Ķes que os preservam, nomeadamente a Magistratura do Trabalho, o Minist√©rio P√ļblico do Trabalho, a Auditoria Fiscal do Trabalho e a advocacia trabalhista, todos cumpridores de hist√≥ricos pap√©is na afirma√ß√£o da democracia brasileira'.

"N√£o h√° desenvolvimento sem pacifica√ß√£o social, como n√£o h√° boa governan√ßa sem coer√™ncia constitucional, e de que tampouco pode haver Estado Democr√°tico de Direito sem Estado Social com liberdades p√ļblicas", afirmaram.

AE
Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO