MPF denuncia deputados da Alerj à Justiça
Constança Rezende
Rio
07/12/2017 10h44
O Minist√©rio P√ļblico Federal (MPF) denunciou os deputados da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi , todos do PMDB, na noite desta quarta-feira, 6. A a√ß√£o penal foi protocolada ao Tribunal Regional Federal da 2a Regi√£o (TRF-2). Al√©m dos deputados, que est√£o presos preventivamente, tamb√©m foram denunciadas outras 16 pessoas por corrup√ß√£o.

A den√ļncia foi consequ√™ncia da primeira investiga√ß√£o ligada √† Lava Jato contra pessoas com foro na 2¬™ inst√Ęncia do Judici√°rio federal. A abertura de processos desse tipo precisa de acolhimento pela 1¬™ Se√ß√£o do TRF-2.

Alvos da opera√ß√£o da Pol√≠cia Federal Cadeia Velha, os tr√™s parlamentares foram presos no dia 16 de novembro, soltos no dia seguinte e encarcerados novamente no dia 21, por ordem do Tribunal Regional Federal da 2¬™ Regi√£o. Eles est√£o na Cadeia P√ļblica Jos√© Frederico Marques, em Benfica, na regi√£o central do Rio, onde ficam tamb√©m presos da Lava Jato no Estado, como o ex-governador do Rio Sergio Cabral (PMDB).

Os deputados s√£o acusados de receber propina para favorecer empresas do setor de construtoras e concession√°rias de transporte p√ļblico em troca de decis√Ķes favor√°veis no Legislativo fluminense. O Estado, que vive uma grave crise fiscal, teria deixado de receber R$ 183 bilh√Ķes, em decorr√™ncia de benef√≠cios fiscais em favor de empresas envolvidas no suposto esquema de corrup√ß√£o existente desde os anos 90, segundo o MPF.

AE
Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO