Nacional
TJ nega habeas corpus para Beto e Fernanda Richa
Foto: Reprodução
14/09/2018 08h31

O desembargador Laertes Ferreira Gomes, da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), negou o pedido de habeas corpus ao ex-governador Beto Richa (PSDB), candidato ao Senado, e de sua mulher Fernanda Richa. Eles estão presos há dois dias em Curitiba após uma operação da Polícia Federal para investigar irregularidades em programa de estradas rurais.

O desembargador, na decisão de cinco páginas, menciona ainda a preocupação com o que chamou de “organização criminosa hierarquizada” com suspeitas de fraudes a licitação, lavagem de dinheiro e corrupção envolvendo mais de R$ 70 milhões.

Na decisão de ontem (12), o desembargador disse que a medida foi tomada para servir de “referência” para impedir o descaso às instituições públicas. Laertes Gomes autorizou ainda a entrada de “alimentação específica” para o paciente que sofre de doença celíaca (intolerância a glúten).

Prisão

Beto Richa e Fernanda Richa estão presos, há dois dias, no Regimento da Polícia Montada Coronel Dulcídio, em Curitiba. A Justiça Federal mandou bloquear R$ 50 milhões em bens de aliados do ex-governador.

Segundo a secretaria estadual da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Richa e a esposa ocupam duas salas, separados um do outro. O ex-governador ocupa um espaço de cerca de 30 metros quadrados (m²); Fernanda, um de cerca de 25 m².

A assessoria informou ainda que as duas salas contam com banheiros privativos, camas e armários e oferecem condições de receber os presos em segurança.

Da redação do Alô Brasília
Comentários

Carregando notícias...
COPYRIGHT © - PORTAL ALÔ - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
ANUNCIE | FALE CONOSCO | COMERCIAL | EXPEDIENTE | TRABALHE CONOSCO